Capa

A pesquisa desenvolvida pelo ENTELAS: grupo de pesquisa em conteúdos transmídia, convergência de cultura de telas chega ao Programa de Pós-Graduação em Artes, Cultura e Linguagens da Universidade Federal de Juiz de Fora numa segunda etapa. Se na primeira fase quando abrigado na Universidade Federal Fluminense, o ENTELAS era sobre televisão e seu diálogo com teorias de televisão e de cinema, em que se questionava a totalidade de conceitos genéricos, aplicáveis aos diferentes países, especialmente à ideia de qualidade na televisão, agora o grupo ENTELAS reinicia as atividades na UFJF remodelado. 

A pesquisa desenvolvida pelos pesquisadores do ENTELAS nessa primeira etapa transbordou os limites cada vez mais fluidos da televisão. Se antes a imagem televisiva e o fluxo era o que norteava a análise, agora o grupo se abre para as possibilidades das múltiplas telas dos conteúdos transmídia e da convergência, através da pluralidade das linhas de pesquisa que vão desde a pesquisa das narrativas televisivas aos conteúdos transmidiáticos deslizantes, englobando a maior diversidade de suportes como a televisão, o cinema, os dispositivos móveis, os computadores, os games e as histórias em quadrinhos. Mas a diversidade não se limita aos suportes e por isso é importante pensar também como a sexualidade é representada e trabalhadas nos mais diversos meios.

Contudo, ainda se compreende que este é um trabalho delicado, ao trabalhar uma teoria mais genérica de televisão devido às enormes diferenças entre os países, suas televisões, suas distintas relevâncias culturais, suas políticas e corporações e suas influências em seus discursos de recepção. A pesquisa busca entender essas diferenças, dialogando com outras televisiografias e possibilitando outros olhares sobre as teorias de televisão já consolidadas.

Nesse tempo o grupo criou uma parceria forte com a Brasil Audiovisual Independente (BRAVI) e a Produtora de Conteúdo Giros, tomando parte de eventos como O Rio Content Market e fazendo pitchings para os alunos de graduação, sem esquecer as possibilidades e a importância da TV pública na discussão de uma pauta pública de televisão. O grupo também conta com pesquisadores de universidades estrangeiras e forte perfil de internacionalização, com pesquisadores convidados para ministrar cursos e palestra para o IMACS - International Master of Audiovisual and Cinema Studies.

Link para diretório de grupos de pesquisa do CNPq: 

E-mail: entelas@ymail.com